Um exercício de SIMPLICIDADE

Parafraseando a dupla Jackson Araújo e Luca Pregabon, Floripa é uma

“Fazendinha de frente pro Mar, a nossa Islândia.”

E eu, reitero, com o hino oficial da ilha que começa com

“um pedacinho de terra, perdido no mar, [...] beleza sem par…”.

Foi neste cenário rodeado de água e verde que aconteceu um dos eventos de Moda mais importantes do sul do país, – Santa Catarina Moda Contemporânea l SCMC – onde tive a honra de ser convidada para cobrir os discursos sobre o NOVO sentimento da moda – o essencial.

Imagem 1

Estamos vivendo em um momento em que o INTERIOR passa a ser um lugar onde o que procuramos não se expõe, assim, tão facilmente. E foi nesta batida leve e cheia de caminhos, onde o relevo das montanhas é batizado pelas distâncias e com trilha sonora de pavões, que aconteceu a abertura do evento – SCMC.

Foi lá em cima do morro, no bairro de Santo Antônio de Lisboa, uma espécie de “Vila Madalena” antiga, que aconteceu a abertura do Resort Culture Club.

Num lugarzinho que vale à pena anotar no caderninho de lugares para se “estar” - Restaurante “G”, do chef Vitor Gomes, um espaço de acolhimento, de pura intimidade e com uma super vista do norte da ilha.

E neste “clima” que me foi apresentado o SENTIDO deste evento, que por toda atmosfera já exalava o superlativo da SIMPLICIDADE, INTIMIDADE E INTERIOR, questões que permaneceram em mim até agora. Pois só escrevendo que consegui elaborar tamanha complexidade de tudo aquilo que me foi mostrado.

Imgem 2

É nesta construção de possibilidades entre [a experiência do afetivo e um NOVO cuidado em olhar a Moda] que visa a curadoria do SCMC.

O REAL deste encontro é resgatar a essência de SANTA CATARINA em um espaço onde a quebra de paradigmas entre o conceitual e industrial se misturam na prática. A ponte – literalmente existe dentro deste projeto que desenvolve a [inteligência compartilhada] como incentivo aos profissionais da área de Moda e jovens estudantes.

Este ano o evento contou com um novo jeito de pensar a MODA, realizando uma cartografia etnográfica, com pessoas REAIS da região, com o objetivo de desenvolver o conceito e coleção a partir das minúcias do lifestyle Catarinense. Na lista dos pesquisados estão: artistas, esportistas, fotógrafos, ciclistas, empresários, djs e chefs.

Imagem 3

As peças foram apresentadas em instalações temáticas, multi-transitórias onde o espectador de alguma maneira, também, fez parte da obra, adentrando e experimentando o espaço que interage por sua performance.

Imagem 4

O evento que presta homenagem a estética do SIMPLES da tão desejada Santa Catarina ganha um corpo que também revela não só a linguagem daquele que o desenvolve [empresa da região + estudante] mas indica SC como uma plataforma de inovação e conhecimento, – mostrando o RESORT CULTURE CLUB como um mega proponente da cultura local.

Imagem 5

Tudo isso, só me faz relembrar, que o que é essencial e cultuado no INTERIOR [nos dois  sentidos] é um exercício do – simples. Não é à toa que o criativoso Jackson Araújo e a doce Luca Predabon estão nessa terra rodeada de mar e fazendo isso acontecer tão lindamente. Fica aqui a reflexão para outros eventos de Moda no Brasil se espelharem. A Islândia – está logo ali, em Santa Catarina.

Imagem 6

Compartilhe a cultura
Comente!