Barão Vermelho vem com Autoramas

No dia 2 de março, Porto Alegre recebe no Pepsi on Stage, nada mais nada menos que Barão Vermelho, comemorando os trinta anos do seu disco de estreia com a turnê + 1 Dose.  Oportunidade única para curtir um show histórico, pois a banda entra novamente em recesso na sequência. Pra começar bem, quem abre a função são os cariocas do Autoramas. O trio Gabriel Thomaz (vocal e guitarra), Flávia Couri (baixo) e Bacalhau (bateria) subirá ao palco para mostrar as faixas do seu novo disco, “Música Crocante”, enter outros hits cheios de textura. Conversamos com Gabriel, que nos conta sobre o recente álbum e fala empolgado sobre a parceria com o Barão. Confere:

Autoramas. Crédito: Lucas Correia.

Autoramas. Crédito: Lucas Correia.

Conta pra gente sobre o novo álbum, Músicas Crocantes

O Músicas Crocantes foi todo fruto do Crowdfunding e inclusive sobrou dinheiro! Os fãs compareceram em peso, nos ajudaram a viabilizar o projeto e não poderíamos ter prova de confiança maior! Lançamos também em vinil e agora vem o DVD, que compila os registros de nossa turnê na Europa e América do Sul. Serão cenas dos shows pelo mundo afora. Está em fase de edição e posso dizer que está complicada a escolha de imagens, o que é ótimo! Temos muita coisa boa!

Autoramas - Música Crocante (Capa Oficial do Álbum) [www.coverbrasil-leko017.blogspot.com]

Vocês quebram alguns tabus em relação à música brasileira no exterior. Como foi a turnê lá fora?

O álbum está sendo distribuído pelo mundo todo: Europa, Japão… As fronteiras nunca fizeram sentido pra gente em termos de música e agora podemos dizer isso em relação à logística também.  A experiência lá fora é muito legal, faz com que a gente se sinta como embaixadores da música do Brasil, fugindo de alguns clichês sobre como a música brasileira é vista no exterior. Afinal, se exporta, sei lá, menos de 1% da produção brasileira! A nossa ideia é ajudar a mostrar a diversidade do Brasil, tirar essa imagem de República das Bananas que alguns gringos têm e mostrar que temos dimensões continentais também na música. Temos um milhão de identidades culturais e potencial ilimitado! E, claro, a bagagem que a gente traz de cada viagem não tem preço.

E qual a expectativa para tocar com Barão em Porto Alegre?

Tocamos com o Barão no show que comemorou os 30 anos da banda no Rio e agora vamos tocar também aí em Porto Alegre, Curitiba e Vitória, cidades conseguimos encaixar na nossa agenda. Adoraria fazer toda a turnê junto! É muito bom tocar com o Barão Vermelho e melhor ainda ser convidado diretamente pelo Frejat! A gente admira o Barão pra caramba e isso é um reconhecimento sem tamanho pro nosso trabalho. O Frejat é um cara generoso e inteligente, uma honra pra gente participar desses shows históricos. Não vemos a hora!

 

 

Compartilhe a cultura
Comente!